Auxiliar

Como fazer uma boa sucessão em sua empresa

Ao criar um negócio e depois trabalhar muito para fazê-lo crescer e consolidar-se no mercado é o principal objetivo do empresário. Como empreendedor, é importante ter em mente que uma sucessão poderá acontecer a qualquer momento (novas perspectivas na vida, mudança de objetivos, conquista de novas oportunidades, aposentadoria, doença, falecimento…) e por isso é preciso estar preparado para lidar com a situação. O negócio pode durar para sempre e é importante que o comando seja sempre renovado.

“Como e o quê fazer para que a sucessão seja bem feita na sua empresa? Quem poderá te substituir? Essas são as primeiras perguntas que vêm à mente de um empresário. O processo exige calma, cuidado e o sempre importante e imprescindível planejamento estratégico”, afirma o advogado tributarista Cristiano Diehl Xavier, sócio da Xavier Advogados  que dá algumas dicas para facilitar o trabalho de sucessão empresarial:

  1. Inicie o processo bem antes do momento da troca de comando. É necessário um bom gerenciamento dos riscos e realizar uma tomada de decisão preventiva visando compreender os desafios que a nova gestão irá encarar.
  2. Deixe bem claro que sua empresa chegou onde está porque houve estratégia alinhada aos valores, missão e visão e isso deve ser preservado. Mudanças e renovações são positivas desde que conduzidas tendo isso em mente.
  3. Feita a escolha do sucessor, o treinamento deste é muito valioso para que o funcionamento da empresa seja assimilado.
  4. Certifique-se de que terá à mão todas as ferramentas jurídicas para que a transição seja segura e tranquila buscando a proteção patrimonial e, ao mesmo tempo, afastando ou minimizando litígios, com a devida diferenciação entre sucessão societária, administrativa e patrimonial nos termos da legislação em vigor.
  5. Prepare os titulares, herdeiros e administradores do patrimônio empresarial e dos demais bens para os reflexos tributários que poderão advir do processo sucessório.
  6. Ao comunicar a troca de comando para o mercado cuidados devem ser tomados, pois a imagem da companhia estará em jogo. Nas empresas de capital aberto, por exemplo, a notícia pode fazer as ações caírem. Portanto, mostrar confiança na passagem de bastão é importante, assim como a transparência na condução da sucessão.
  7. Antes de contar para o mundo, comunique seu público interno. Seus funcionários precisam entender a situação, os motivos da sucessão e o melhor caminho para isso acontecer é sentir que o dono da empresa está tranquilo e confiante na escolha do novo líder. Essa postura evitará ruídos de comunicação, inseguranças e dúvidas sobre o futuro da empresa.
No momento, não é permitido comentários.