Auxiliar

Empregado será indenizado por cobrança de metas em quadro de avisos

A Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) condenou a Eletropaulo Metropolitana – Eletricidade de São Paulo S.A ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 15.000,00 a um leiturista. Ficou comprovado que a empresa afixou nome e foto do empregado em quadro de avisos em decorrência do não cumprimento da meta mensal.

Entendeu a Relatora do recurso, a ministra Delaíde Miranda Arantes, que a conduta da empresa na cobrança da meta divulgando em quadro de avisos revela-se tratamento ofensivo dirigido ao empregado que teve exposta sua foto e nome no quadro de avisos da empresa.

No momento, não é permitido comentários.